Bahia

Léo Brito ganha de Bernardo Olívio ao licitar quase R$ 8 milhões em locação de veículos

Está tudo no site do TCM (Tribunal de Contas dos Municípios). O prefeito de Alcobaça, Leonardo Coelho Brito Léo Brito” (PSD), homologou no último dia 2 de março de 2017, através de licitação nº RP010/2017, a contratação de empresa especializada em locação de veículos e máquinas pesadas para atender os diversos órgãos públicos municipais.

As empresas ganhadoras, LW Locadora de Veículos LTDA-ME., R.R.K Construções LTDA-ME., e LN Serviços e Empreendimentos LTDA – ME., abocanharam juntas o montante de R$ 7.702.965,66, valor três vezes maior ao contrato realizado pelo prefeito anterior do município, Bernardo Olívio, que gastou em um ano, mesmo período das contratações atuais (abril/2015 a abril/2016), R$ 2.151.360,00. Uma diferença de superior a R$ 5,5 milhões.

   No carnaval deste ano de 2017, o primeiro de sua gestão, Léo Brito já tinha sido acusado de gastar valores altos demais pra promover o evento. Os custos, teriam aproximado da casa dos R$ 3 milhões.

 

O outro lado

 

Para um município pequeno como Alcobaça gastar mais de R$ 10 milhões no carnaval e locações, esperava-se que as finanças públicas estivessem muito bem e a prefeitura não passando por qualquer problema financeiro.

Porém, numa atitude considerada “desesperada” pelo site Transparência Bahia, o prefeito Léo Brito enviou à Câmara Municipal de Alcobaça no dia 6 de março desse ano de 2017, o projeto de lei 001/2017, pedindo autorização para contrair empréstimos em nome da Prefeitura.

Na época os vereadores devolveram o projeto e pediram explicações ao gestor, pois no projeto não constavam valores e o prazo de vigência.

   “Não vamos dar um cheque em branco para o executivo”, comentou a vereadora Sandra do Canta Galo.

Ainda não foi informado se o projeto retornou à Câmara pra ser votado. Léo Brito (PSD), tem maioria absoluta no Legislativo Municipal.

 

Mais denúncia

 

Além dos contratos milionários com carnaval e locações, existem outros sob suspeita, como a contratação de uma empresa de um familiar de Léo Brito, em um total superior a R$ 1 milhão.


Ronildo Brito/Teixeira News

Edição Bell Kojima/Repórter Coragem


 

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

(73) 9985.0223 / 3292 - 6939
Fale com a gente
Receba notícias por email