Esportes

Flamengo decepciona, perde para o Vitória e vê pressão aumentar

6/08/2017 - às 20:08h
Por Repórter Coragem

 

Com o resultado, o Flamengo parou nos 29 pontos e fica mais uma rodada fora do G4.

Zé Ricardo mudou o time, mexeu no esquema, barrou até Márcio Araújo. Mas o Flamengo tropeçou mais uma vez no Brasileirão. A decepção da vez foi em casa, na Ilha do Urubu, diante do Vitória. Um amargo 2 a 0 na manhã deste domingo, com direito a um erro do cara escalado justamente para fazer a função de Márcio Araújo: Willian Arão. Um golaço de Yago e posteriormente outro de Neílton, de pênalti, foram responsáveis por sacramentar a segunda derrota seguida do Fla na competição. A pressão sobre o técnico Zé Ricardo não para de crescer.

Já o Leão, que deu mais uma remada na tentativa de sair da zona de rebaixamento, chegou aos 19 pontos. Na próxima rodada, o Flamengo visita o Atlético-MG no Mineirão. Já o Vitória recebe o Avaí no Barradão. Apesar da derrota, o Flamengo não fez um primeiro tempo ruim. O próprio Willian Arão, que virou vilão por ter afastado muito mal a bola na jogada que gerou o gol do Leão, estava bem, desarmando muitas bolas e fazendo a proteção na defesa.

O posicionamento de Arão foi uma das surpresas da escalação do Fla no jogo. Zé Ricardo ressuscitou o 4-1-4-1, trazendo Diego e Everton Ribeiro para o centro e usando Geuvânio na ponta direita. Assim, Márcio Araújo ficou fora do segundo jogo dele nos 19 que o Flamengo fez no primeiro turno do Brasileirão. Ele só não fora utilizado contra o Coritiba. A tônica do comportamento do Flamengo foi similar aos jogos anteriores no sentido de ter muito mais posse de bola, girar o jogo, ficar a maior parte do tempo no campo de ataque, mas a dificuldade em acertar o alvo persistiu. Felipe Vizeu, que substituiu o machucado Guerrero, teve a chance mais clara, mas não chegou a tempo de alcançar um cruzamento açucarado de Everton. Uma cobrança de falta de Diego também tirou o “uh” da torcida. Com o passar do tempo, no entanto, as chances de perigo do Fla ficaram mais escassas. O Vitória não fez muita coisa. Apesar foi eficiente ao aproveitar a chance mais clara, que foi o presente de Arão. A bola caiu na canhota e ele tentou afastar de primeira. Foi um presentaço para Yago, que acertou a bola na gaveta, aos 40 minutos da etapa inicial. O gol derrubou a moral de Wllian Arão, que foi amparado pelos companheiros. Mas o Flamengo também sofreu como conjunto.

No segundo tempo, nem sequer pressionar conseguiu. Ainda que o roteiro de posse de mola se mantivesse, vida relativamente tranquila para o time baiano. Geuvânio, que não jogou bem, deu lugar a Berrío. Mas poucos minutos depois o Flamengo levou o segundo golpe. Réver derrubou Tréllez na área. Pela primeira vez desde que chegou ao Fla, Diego Alves teve a chance de defender um pênalti. Mas Neilton não se assustou e tirou o goleiro da foto. O grito imediato que veio da arquibancada foi: “Fora, Zé Ricardo”. O Flamengo se perdeu de vez no jogo. A torcida perdeu de vez a paciência. O placar não foi recuperado e a confiança do time também está longe de ser.

FLAMENGO 0 X 2 VITÓRIA

Local: Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ)

Data/Hora: 6/8/2017, às 11h;

Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP);

Assistentes: Alex Ribeiro (SP) e Tatiane Camargo (Fifa-SP);

Cartões amarelos: Everton, Réver, Berrío (FLA); Wallace (VIT);

Gols: Yago, 40’/1ºT (0-1); Neilton, 20’/2ºT (0-2);

Renda/Público: 18.183 presentes 16.521 pagantes 1.099.895,00.

FLAMENGO: Diego Alves, Pará, Rhodolfo, Réver e Trauco; Willian Arão (Lucas Paquetá, 36’/2ºT), Everton Ribeiro e Diego; Geuvânio (Berrío, 15’/2ºT), Everton (Vinícius Júnior, 25’/2ºT) e Felipe Vizeu. Técnico: Zé Ricardo.

VITÓRIA: Fernando Miguel; Caíque Sá, Kanu, Wallace e Geferson; Ramon, Fellipe Soutto e Yago (Patric, 15’/2ºT); Neilton (Júnior, 27’/2ºT), David (Renê, 39’/2ºT) e Trellez. Técnico: Vagner Mancini. Por Igor Siqueira, LANCE! Yahoo.

Fonte: JornalAlerta

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email