Geral

Juiz encaminha voto em processo que pode deixar Lula fora das eleições

5/12/2017 - às 09:12h
Por Repórter Coragem

O relator da Lava-Jato na segunda instância, desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), concluiu o voto sobre a possível condenação de Lula na primeira instância e encaminhou para o revisor, juiz Leandro Paulsen. O processo em questão envolve o triplex no Guarujá, litoral de São Paulo. O posicionamento do relator será mantido em sigilo até o julgamento, que ainda não tem data definida.

O ex-presidente Lula foi condenado em julho a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Na decisão, o juiz Sergio Moro também determinou que o ex-presidente não exercesse cargos públicos por 19 anos. Porém, o petista só ficará inelegível de acordo com a Lei da Ficha Limpa se a condenação for mantida em segunda instância.

Depois que Paulsen analisar o processo, o voto será encaminhado para o juiz Victor Laus, terceiro membro do TRF4. Só após a apreciação de Laus que o julgamento será marcado.

Por: Raphael Costa/AgênciaRadio

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email