Geral

Polícia Civil esclarece homicídio tentado no Castelinho

14/11/2017 - às 09:11h
Por Franciele Pinho

A Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas-BA, comandada pelo Delegado Titular, Dr. MANOEL ANDREETTA, concluíram as investigações envolvendo o homicídio tentado praticado em desfavor da vítima identificada por ARIOSVALDO SILVA DOS SANTOS, o “ARI”, fato ocorrido na noite do dia 05 de março de 2016, por volta das 22:30h, no Bar localizado na Rua Torta, em frente ao Colégio Pedro Agrísio, no Bairro Castelinho em Teixeira.
Segundo investigações desenvolvidas a vítima encontrava-se consumindo cerveja no referido Bar com sua companheira, quando está começou a discutir com outras mulheres que estavam no local, chegando as vias de fato.

A discussão gerou uma contenda entre a vítima e o autor do crime que também se encontrava no local, a pessoa identificada por CÉLIO CONCEIÇÃO FORTUNATO, evoluindo para uma verdadeira luta corporal, quando então, a vítima ARIOSVALDO desferiu um tapa no rosto do autor do crime CÉLIO, sendo certo que, momentos após, a briga foi separada por populares que se encontravam no Bar, tendo CÉLIO deixado o local como se estivesse ido embora, prometendo à vítima que iria voltar para resolver o assunto.

Pouco tempo depois, CÉLIO voltou ao Bar, já com um revólver calibre 38 em punho, sem qualquer aviso, começou a disparar contra a vítima, efetuando 06 (seis) disparos, descarregando sua arma, quando então a vítima saiu correndo, sendo perseguida pelo autor, que acabou acertando 02 (dois) disparos contra a mesma. Segundo informações colhidas pela Policia, a vítima ARIOSVALDO acabou sendo socorrida por populares junto ao HMTF, onde foi internada, passando por cirurgias, e se recuperou posteriormente dos ferimentos sofridos.


O executor deixou o local com uma bicicleta, tomando rumo ignorado. O autor do crime CÉLIO CONCEIÇÃO FORTUNATO foi reconhecido na época por diversas testemunhas presenciais, e mesmo assim negou ser o executor do crime no momento de seu interrogatório perante a Autoridade Policial, mesmo diante das evidências.

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email