Nacional

40% dos presos no Brasil ainda não foram julgados, aponta Ministério da Justiça



11/12/2017 - às 17:12h
Por Bell Kojima

A pesquisa ainda revela que de toda a população carcerária, 40% é formada por presos provisórios, que ainda não foram julgados. O tráfico de drogas é o principal motivo para o encarceramento, sendo responsável por 28% de todas as prisões.

   O estudo também avalia as condições de infraestrutura das unidades prisionais e revela que 78% delas comportam mais internos do que poderia e que 89% dos presos estão em locais que sofrem com o déficit de vagas.

Com relação ao perfil dos presos, 5,8% das mais de 726 mil pessoas presas são mulheres, quase 46 mil ao todo.

No quesito idade, 55% de todos os presos têm entre 18 e 29 anos. Os estados do Acre, Amazonas e Tocantins são os que apresentam a maior quantidade de presos com menos de 25 anos de idade, com taxas de 45%, 40% e 39%, respectivamente. Com relação à cor de pele, 64% das pessoas presas são negras e 35% são brancas.


Por Agência do Rádio

Edição Bell Kojima


 

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email