Polícia

Filhas espancam e amarram agricultor após ver mãe sendo agredida


Homem foi amarrado até a chegada da polícia. Na delegacia, ele foi indiciado por lesão corporal e as filhas foram liberadas.


16/01/2018 - às 10:01h
Por Repórter Coragem

Raimundo Tomás Pereira, de 52 anos, foi indiciado por violência doméstica após agredir a mulher dele nas imediações da Vila Lagoinha, na zona rural de Cruzeiro do Sul, ainda no domingo (15).

Porém, o que chamou a atenção da polícia foi que Pereira foi agredido e amarrado por duas filhas até a chegada da polícia. De acordo com a denúncia, armado com um facão, ele ameaçou e bateu na mulher.

O delegado Vinícius Almeida foi quem atendeu o caso e indiciou o agricultor por lesão corporal no âmbito doméstico.

“Ele bateu nas costas da mulher com o facão. Revoltadas, as filhas pegaram ele e vingaram a agressão praticada contra a mãe. Ele ficou bastante machucado”, conta o delegado.

Ainda segundo Almeida, o agricultor também ameaçou uma das filhas.“As filhas agiram em defesa da mãe. Umas delas também foi ameaçada pelo pai. Depois da ameaça, ela chamou uma irmã e foram para cima do pai. Depois que elas bateram nele, o amarraram até a chegada polícia”, conta.

O agricultor foi encaminhado para o presídio de Cruzeiro do Sul e as filhas foram liberados após serem ouvida. O delegado informou que o caso foi tratado como legítima defesa e as duas não devem responder criminalmente pela agressão contra o pai.

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email