Polícia

Mototaxistas assassinos de Teixeira de Freitas executam assaltante em via pública

Na noite de terça-feira, 16 de maio, um mototaxista informou que foi assaltado por um indivíduo no Bairro Liberdade. Ao saberem do caso, diversos mototaxistas saíram à procura do acusado, e chegaram a ir à casa dos pais do suspeito e chegaram a entrar na residência em busca do jovem, que foi localizado minutos depois no Bairro Tancredo Neves. Ao saberem que o suspeito estava em uma residência, na Travessa Vista Alegre, os mototaxistas invadiram o imóvel que, segundo informações, fica sempre vazio.

Após invadirem, os mototaxistas espancaram o acusado, que foi retirado do local, agredido por chutes e socos, e alvejado a tiros por um dos mototaxistas, que sacou uma arma de fogo, se aproximou do rosto da vítima e iniciou os disparos. Logo após, os demais mototaxistas deixaram o local e a Polícia Militar foi acionada. Uma guarnição esteve no local, onde realizou a constatação do crime e isolou o local, até a chegada da Polícia Civil. O delegado Júlio César Telles, e sua equipe, esteve no local e realizou o levantamento cadavérico.

O Departamento de Polícia Técnica foi acionado e os peritos Danilo Bastos e Danilo Mattos estiveram no local, onde realizaram os trabalhos periciais. Durante os trabalhos periciais a família da vítima esteve no local e o identificou como sendo, Tiago Evangelista da Silva, 23 anos, que residia na Rua Cabo Verde, no Bairro Liberdade I. Durante os trabalhos periciais, os peritos identificaram 04 perfurações, sendo 03 na cabeça e 01 no abdômen, além de diversas marcas, causadas pelas agressões.

Nossa equipe recebeu o vídeo das agressões e dos disparos. As imagens são chocantes e mostram o exato momento dos disparos. O delegado Júlio César Telles teve acesso ao vídeo e juntamente com o Núcleo de Homicídio e Tráfico já trabalha para identificar os autores e partícipes. Após perícia, o delegado autorizou a remoção do corpo ao IML de Teixeira de Freitas, onde será submetido à necropsia na próxima quarta-feira. O delegado ouviu algumas pessoas e instaurou inquérito policial para investigar autoria, já que a motivação já seria conhecida.

Na delegacia, diversos mototaxistas estão presentes em apoio a ação dos demais colegas. Nossa equipe tentará contato com o presidente da ASMOTEF para saber a posição da Associação acerca do caso.

Por: Rafael Vedra/Liberdadenews

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

(73) 9985.0223 / 3292 - 6939
Fale com a gente
Receba notícias por email