Polícia

Sócio do filho de Lula recorre ao STF contra Sergio Moro


Defesa do empresário Fernando Bittar afirma que o juiz dificulta acesso a informações de processo


6/01/2018 - às 09:01h
Por Bell Kojima

Advogados do empresário Fernando Bittar, acusado de ser “laranja” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do sítio de Atibaia (SP), recorrem ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o juiz federal Sérgio Moro.

De acordo com a coluna Expresso, do site da revista Época, Bittar é também sócio de um dos filhos do ex-presidente.

   A defesa do empresário alega que o magistrado tem negado acesso ao conteúdo de interceptações telefônicas realizadas na investigação do caso, o que prejudica o pleno exercício do direito.

Um ofício com a alegação foi enviada pela assessoria do STF ao juiz para que ele preste informações à Corte em até 10 dias.


Edição Bell Kojima


 

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email