Colunistas

Avaliação de Teixeira



18/12/2017 - às 14:12h
Por Bell Kojima

 

Chuvas intermitentes

 

Durante o mês de dezembro, antes mesmo de completar 15 dias, choveu cerca de 228,6 mm em Teixeira de Freitas, sendo que o acumulado do ano está em 1.135,7 mm, significa que poderá bater o recorde de chuvas que ocorreram em Teixeira durante décadas. O resultado é que para os produtores do campo é uma bênção divina, mas para os construtores e o gestor da cidade foi um desastre.

A cidade virou um verdadeiro caos, as ruas sem pavimentação ficaram intransitáveis, e as pavimentadas abriram crateras que aumentam a cada dia porque as chuvas intermitentes não permitem fazer os reparos. O pior é que as obras mal feitas no passado, os defeitos aparecem.

 

Governos reprovados

 

As prefeituras de modo geral, atravessam uma grave crise econômica, e isso tem levado os prefeitos, com o pires na mão, pedirem ajuda ao Governo Federal. No dia 22 de novembro os prefeitos compareceram em massa na marcha a Brasília. Aqui na região do Extremo Sul, a grande maioria dos prefeitos está com os mandatos reprovados pela população.

Das pesquisas que tomamos conhecimento, o prefeito que está com a administração com maior índice de reprovação é o de Nova Viçosa. Cerca de 80% da população reprova o seu governo e apenas 7% aprova e 13% acham que está regular.

 

Policlínica Regional

 

A policlínica inaugurada no dia 17 de novembro pelo governador Rui Costa, em Teixeira de Freitas, para atender os 13 municípios do território do Extremo Sul, atende uma população de cerca de 500 mil habitantes.

   Segundo a gerente administrativa da Policlínica, Lizandra Amim, o compromisso firmado com o consórcio dos prefeitos é atender a 13 especialidades de exames de média e alta complexidade, entretanto deverá chegar a 18 especialidades.

Hoje a policlínica já atende as 13 especialidades comprometidas e em breve estará atendendo a todas. O atendimento está avançando gradativamente.

 

Avaliação de Teixeira

 

Durante o ano de 2017 o nosso site teve acesso a 3 pesquisas de avaliação do governo de Teixeira. Na primeira pesquisa feita em junho, com 6 meses de governo o índice de ótimo/bom estava com 27%, superior a ruim/péssimo com 23%, entretanto no mês de agosto a avaliação do governo teve uma queda brusca e o ótimo/bom ficou com 14% e o ruim/péssimo 49%.

Porém o governo reagiu e atuou nas 3 principais prioridades do povo que é asfalto, saúde e geração de empregos. Com isso os índices reagiram e ficaram assim: ótimo/bom 28%, ruim/péssimo 24%, com tendência de crescimento a avaliação positiva.

 

Reforma da previdência

 

A votação da reforma ficou para fevereiro do ano que vem. O ministro da Fazenda Henrique Meirelles, disse nesta quinta-feira (14) que está em estudo uma “modificação pontual” no texto da reforma da Previdência em relação às regras da aposentadoria dos servidores. Ele se reuniu com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para discutir o assunto pouco após o anúncio do adiamento da votação.

   “São ideias que estão sendo veiculadas, mas, na realidade, a proposta que está na mesa é a proposta do substitutivo que não contempla esta modificação. Com isso, teremos tempo para discutir isso com calma”, disse Meirelles após o encontro.


Por Dilvan Coelho

Edição Bell Kojima


Leia também:

Liderança política


 

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email