Itamaraju

“Caixa Dois”: com câmera escondida, cunhado do prefeito de Itamaraju delata em vídeo pagamento ilegal


Em visível desapontamento, ao conferir os valores do envelope, Bodart se nega a recebê-los, pois segundo ele, está abaixo do valor combinado


3/01/2018 - às 19:01h
Por Bell Kojima

Em dezembro de 2017 Roberto Bodart cunhado de Marcelo Angênica (PSDB) prefeito de Itamaraju, divulgou vídeo nas redes sociais onde ameaçava delatar operações duvidosas e supostos atos de corrupção da gestão municipal.

Pessoas ligadas ao prefeito tentaram desqualificar as afirmações feitas pelo cunhado de Angênica, afirmando que se tratava de um “blefe“, pois segundo eles,

   “Roberto estaria buscando vantagens pessoais.

No entanto, na manhã dessa terça-feira (02), um novo vídeo coloca novamente o governo municipal no olho do furacão por estar associado em mais uma denúncia de prática de corrupção.

No vídeo gravado pelo próprio cunhado do gestor, aparece o servidor público lotado na Secretaria de Administração, Eudo Costa, de posse de um envelope contendo dinheiro em espécie sendo entregue ao cunhado do prefeito expondo a existência de “Caixa Dois” na gestão de Marcelo Angênica.

Na gravação o funcionário da prefeitura requereu cópias de documentos pessoais de Roberto e de um veículo, ao passo que exigiu que assinasse um contrato para dar “legalidade” a uma transação realizadas por eles.

Roberto ainda afirma no vídeo que o funcionário teria ido ao seu encontro a mando do Secretário de Administração, Leo Oss, que também já foi citado em outra gravação onde o cunhado do prefeito cobra valores do secretário de Saúde, Elan Wagner, por uma suposta locação de ônibus que transportaria pacientes da hemodiálise.

   No entanto, em visível desapontamento, ao conferir os valores do envelope, Bodart se nega a recebê-los, pois segundo ele, está abaixo do valor combinado que seria R$ 15,900 referente a dois meses em atraso.

É possível ver o servidor da prefeitura indagar se o cunhado do prefeito não iria receber; tendo mais uma vez a resposta negativa, o rapaz sai do local dirigindo um veículo oficial, modelo Chevrolet Celta, com adesivo da Prefeitura Municipal de Itamaraju.

O referido vídeo já teria sido apresentado ao promotor de Justiça de Itamaraju, Tarcisio Robslei França, que inclusive chegou a conversar com Roberto sobre o teor das acusações. A denúncia da existência de um esquema envolvendo supostas empresas fantasmas também foi denunciada ao Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Proteção à Moralidade Administrativa (CAOPAM), que deverá dar suporte às investigações, tendo em vista que há indícios de desvios de recursos estaduais e federais e prática de improbidade administrativa em Itamaraju.

Aguarda-se um pronunciamento do prefeito nos próximos dias, porém mesmo após as primeiras denúncias de seu cunhado, Marcelo Angênica tem optado por manter-se em silêncio.


Edição Bell Kojima


 

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email