Colunistas

Foco no Poder: “O ‘Caso Gel Lopes'”

13/03/2017 - às 12:03h
Por Bell Kojima

 

Derrota da João Bosco

 

O ex-prefeito João Bosco sofreu mais uma derrota, desta vez na justiça. O Juiz Humberto José Marçal não acatou a denuncia contra Dilvan Coelho e Jotta Mendes devido a falta de justa causa para a propositura da ação, por isso o Juiz rejeitou a queixa e determinou o arquivamento do processo.

   Segundo o entendimento do advogado Clebson Ribeiro Porto responsável pela defesa dos réus, houve abuso de poder e invasão de privacidade, o que causou constrangimento e prejuízo financeiro aos querelados, por isso cabe ação para reparação de danos materiais e de imagem.

 

O “Caso Gel Lopes”

 

Com esta vitória a favor da liberdade de expressão, a imprensa teixeirense ganha força para cobrar a apuração do crime do jornalista Gel Lopes, assassinado supostamente por motivos políticos e o crime continua sem elucidação.

   A cobrança da apuração desse crime é uma forma da imprensa se proteger contra os que exercem o poder se acham intocáveis e cometem todo tipo de excesso ao serem questionados sobre seus atos, no que diz respeito ao uso indevido do dinheiro público.

Acredita-se que o jornalista morreu porque sabia demais.

 

“O Senadinho”

 

“O Senadinho” é um grupo com diversas tendências na política, que nasceu espontaneamente no café da manhã na padaria Atalaia.

   Os componentes levam a voz das ruas e usam as redes sociais para ampliar o debate sobre as questões prioritárias da cidade, como é o caso da saúde, manutenção da limpeza urbana, da educação, do trânsito etc.

O Senadinho tem um grupo no WhatsApp e uma página no Facebook para receber sugestões e críticas, desde que sejam construtivas, visando com isso ouvir a voz rouca das ruas e colaborar para a melhoria da cidade.

 

Alcobaça vai bem?!

 

O prefeito Léo Brito no seu primeiro mandato, depois de ter feito um governo bem avaliado, perdeu a eleição para um candidato sem histórico na política que de repente nasceu do nada e venceu a eleição.

   Léo foi reconduzido nos braços do povo devido a gestão desastrosa do ex-prefeito Bernardo Olívio, que sequer candidatou a reeleição e com isso, Leo Brito veio a se tornar a melhor opção e venceu com 68% dos votos válidos, uma das maiores vitória da Bahia.

Mesmo tendo recebido um município destroçado, está dando uma nova dinâmica à cidade, uma prova disto foi o carnaval, que esse ano a cidade lotou e a população se beneficiou ganhando dinheiro.

 

Cem dias de governo

 

Sempre foi normal o governante ter direito a cem dias para arrumar a casa. O que se nota hoje é que a população, de qualquer cidade, tem cobrado dos gestores uma resposta mais rápida das principais demandas, pois o povo tem pressa.

   A população tem toda razão em cobrar, porque as carências são grandes, ocorre que os gestores também estão entre a cruz e a espada, porque a maioria dos municípios estão a pão e água e não tem aonde socorrer, porque os estados e o País também estão quebrados.

Existem cidades que estão cortando até cafezinho nas repartições.


Dilvan Coelho


Leia também:

Foco no Poder: “Herança perversa”

Foco no Poder: “Problemas de Teixeira”

Foco no Poder: “Aperto financeiro”


 

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email