Colunistas

João Bosco pode ser preso

27/06/2017 - às 14:06h
Por Bell Kojima

 

Lula será condenado

 

No último final de semana, a revista ISTOÉ divulgou que Moro vai condenar Lula a 22 anos de prisão. Conforme apuração feita pela equipe do periódico a membros do Lava Jato, o juiz Sergio Moro, da 13ª vara Federal de Curitiba (PR), prepara a condenação do ex-presidente Lula (PT) sobre o caso do tríplex no Guarujá.

Pelas informações apuradas pela revista, Lula será condenado. O roteiro já foi definido.

No itinerário do magistrado apenas uma etapa o separa do anúncio da sentença do ex-presidente petista: a definição da pena ao intermediário da propina, Antônio Palocci.

 

João Bosco pode ser preso

 

O ex-prefeito de Teixeira de Freitas João Bosco fechou um contrato no valor de R$ 4,4 milhões (quatro milhões e quatrocentos mil reais) para o fornecimento de serviços técnicos de sistema de software pedagógico com a empresa KTECH – Key Technology Gestão e Comércio de Software, de propriedade do empresário Kells Belarmino, pego na operação Águia de Haia.

Kells foi acusado de ser proprietário de empresas de fachada contratadas por, ao menos, vinte prefeituras baianas, para fraudar licitações com o objetivo de subtrair recursos do Fundeb.

O empresário teve a sua delação premiada homologada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Com isso, corre o risco do ex-prefeito de Teixeira ser preso.

 

Distrito industrial de Teixeira

 

Até agora, mais de 60 empresas já se inscreveram, 26 protocoladas e mais de 38 no cadastro de reservas. Empresas que provocam impacto ambiental ou que necessitam de descarregar grandes quantidades de produtos em perímetro urbano terão que se mudar para o Polo Industrial e de logística de Teixeira de Freitas.

Por determinação do Ministério Público, para cumprimento da lei vigente, é necessário que os empresários comecem a procurar alternativas visando se adequar.

A área destinada ao distrito industrial sofreu várias invasões, mas, a administração atual conseguiu desocupar e vai dotar da infraestrutura necessária para que as empresas se instalem no local, inclusive, irão receber incentivos fiscais.

 

Novas indústrias virão

 

Segundo o secretário de Desenvolvimento, Flávio Guimarães, novas indústrias estão sendo procuradas para virem a se instalar em Teixeira de Freitas.

  Não é fácil trazer indústrias, principalmente no momento econômico em que vive o país, mas, nós temos diversos contatos, principalmente com uma importante indústria têxtil. Estamos expondo as vantagens de investir em Teixeira de Freitas – e são muitas -, até do ponto de vista logístico, para atender ao Nordeste. Já estamos negociando com cinco fábricas e há a possibilidade de 80% delas se instalarem na cidade”, explicou Guimarães.

 

Agronegócio é um caminho

 

Conforme anunciado pela imprensa, o agronegócio tem ajudado o Brasil a sair do atoleiro econômico que o País entrou. O PIB brasileiro no primeiro trimestre de 2017 teve um saldo positivo, devido ao agronegócio.

A região do Extremo Sul é um dos principais polos de desenvolvimento da Bahia, devido à diversidade da sua produção, que vai desde a silvicultura até a pecuária extensiva de engorda, e produção de leite, passando pela cana de açúcar, melancia, abóbora, mamão, e o polo cafeeiro que vem se fortalecendo a cada dia com a vinda dos produtores capixabas para a região, devido à crise hídrica que acentuou no Espírito Santo.


Dilvan Coelho

Edição Bell Kojima/Repórter Coragem


Leia também:

Funcionamento da Policlínica

Combate à violência

Vendedores ambulantes


 

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email