Colunistas

Se houver uma auditoria séria nas contas da PMTF, João Bosco e alguns ex-secretários serão presos

12/12/2016 - às 12:12h
Por Bell Kojima

Pensando com Coragem novo texto

Olá amigo, em fim estou de volta. Sem mais delongas, quero lhe desejar desde já um feliz Natal, um Ano Novo próspero e muitas felicidades.

Boas festas!

Desde o dia 01 de dezembro, que a equipe de transição está trabalhando para que o prefeito eleito Timóteo Alves de Brito, quando assumir em primeiro de janeiro, não encontre tantas dificuldades para ter um diagnóstico do quadro geral da administração da Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas.

O trabalho da equipe é justamente levantar dados e informações, que facilite ao novo gestor, para que ele já chegue sabendo o que precisa fazer.

O que Timóteo Brito precisa mesmo fazer é pedir uma auditoria séria na gestão atual. Pois os comentários de bastidores é que a coisa dentro da administração é bem mais grave do que nossa vã imaginação possa imaginar.

Para se ter uma ideia; existe uma secretaria da gestão João Bosco, onde a maioria dos funcionários tem ligações com igrejas evangélicas. Mas  se você entrar lá com carteira, vai ser roubado, se entrar com um celular, eles conseguem tirar o chip, sem que o celular saia da sua mão.

Há muitas suspeitas de desvios que foram feitos, acreditando numa possível reeleição do prefeito João Bosco Bittencourt, como isso não ocorreu, eles correm contra o tempo para tampar o buraco.

Se o prefeito eleito Timóteo Brito mandar fazer uma auditoria séria, sobretudo que seja nos níveis da Polícia Federal, vai sair preso da PMTF: o prefeito, alguns atuais secretários e vários ex-secretários.

Eu espero, sinceramente, que a comissão de transição do prefeito eleito que está composta por: Charles de Melo Coelho, advogado OAB/BA 23.183; Valdey Ferreira da Silva, advogado OAB/BA 27.311; Paulo Américo Barreto da Fonseca, advogado OAB/BA 10.743; Wander Augusto Policário – Professor, RG 20.121.713-97-SSP/BA; Paulo Sergio B. Saliba – Administrador de Empresas – RG 951.971-84-SSP/BA; Maria Regina Brito Martins – Contadora e Economista – RG 784.264-30-SSP/BA; Jorge Henrique Secomandi Rodrigues – Engenheiro Agrônomo, CREA: 3231-D, consiga enxergar pelo menos 10% do tamanho dos rombos nas contas públicas.

O escândalo é tão grande que há denuncias que até objetos de uso individual de cada secretaria foram retirados na calada da noite. Se até objetos foram furtados, imaginem os recursos do município onde foi parar?

Teixeira não pode se dá ao luxo de saber que foi roubada e não fazer nada.

Os cidadãos dessa cidade merecem respeito.

Nós precisamos denunciar.

Vamos cobrar que haja uma auditoria séria, para que nós não venhamos a pagar o prejuízo da má gestão do prefeito João Bosco Bittencourt.


Jotta Mendes é radialista e repórter


Leia também:

Saída de Eujácio da Secretaria de Saúde deixa ainda mais melancólica o fim da gestão de João Bosco

Sai João Bosco, o prefeito pop star, e entra Timóteo Brito, o prefeito operário


 

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email