Colunistas

Secretário de Saúde

13/09/2017 - às 15:09h
Por Bell Kojima

 

Prisão de Geddel

 

As provas evidentes de crime de ocultação de dinheiro de origem duvidosa levou a Polícia Federal (PF) pedir a prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima. Após uma denúncia anônima, a PF fez a maior apreensão de dinheiro em espécie na história do país: 51 milhões de reais. Segundo os policiais, as digitais do ex-ministro foram encontradas nas cédulas e nas caixas que guardavam o valor dentro do apartamento.

A situação de Geddel ficou complicada, a única saída para atenuar as penas que serão imputadas a ele é a delação premiada. Se isso vir a acontecer, vai complicar a vida de muita gente. Geddel foi ministro de Lula e de Temer.

 

Delação de Palocci

 

Palocci contou a Moro que no final de 2010, quando o mandato de Lula estava chegando ao fim, Emilio Odebrecht procurou o ex-presidente para fazer um pacto que envolvia um “pacote de propinas”.

Segundo Palocci, “o dr. Emilio Odebrecht fez uma espécie de pacto de sangue com o presidente Lula. Ele procurou o presidente nos últimos dias de seu mandato e levou um pacote de propinas”, disse.

   “Envolvia esse terreno do instituto, que já estava comprado. O sítio para uso da família do presidente Lula, que estava fazendo a reforma em fase final, e que ele disse ao presidente Lula que já estava pronto. E também disse ao presidente que ele também tinha à disposição dele, para o próximo período, para fazer as atividades políticas dele, R$ 300 milhões”.

 

Condenação de Lula

 

Diante das evidências dos fatos, tanto do depoimento de Palocci, como de uma possível delação do próprio Geddel, que poderá abrir a boca, a situação de Lula se complica cada vez mais. Muitos analistas políticos, e até mesmo correligionários de Lula, acreditam que ele será condenado na segunda instância e, consequentemente, não poderá ser candidato a presidente.

Confirmada a condenação de Lula, correligionários estão buscando alternativas de quem possa substituir Lula para ser candidato pelo PT. O nome de Jacques Wagner tem sido citado, devido a vários fatores, o principal é porque tem uma base política forte na Bahia e no Nordeste, que hoje é o grande potencial de votos de Lula e do PT.

 

Sete de setembro

 

O desfile de 7 de setembro em Teixeira, esse ano, tem sido considerado, pela maioria, um dos melhores, senão o melhor, que já aconteceu na cidade. Teve uma participação popular muito grande ao longo da Av. Marechal Castelo Branco.

A Secretaria de Educação, com cerca de 35 escolas municipais desfilando, foi o ponto alto do desfile, com o tema sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente nos seus diversos artigos apresentados por cada uma das escolas. Além do departamento de Cultura, que marcou presença com muita criatividade. Das diversas entidades que participaram, vale o destaque para a PESTALOZZI, comandada por Maria Luiza Dall’Orto.

 

Secretário de Saúde

 

O novo Secretário de Saúde de Teixeira de Freitas, Rodrigo Kuada, em entrevista à equipe do Foco, mostrou ser conhecedor da pasta que ora vai assumir, e também sabe aonde estão os gargalos da saúde, principalmente da média e alta complexidade.

A administração do HMTF, da UPA e da UMMI, que estava sendo conduzida por uma empresa terceirizada, vai ser comandada pelo próprio secretário. Quando perguntado sobre possíveis boicotes que estão havendo na saúde, ele afirmou com todas as letras:

   “Aqueles que não têm perfil e não cumprem com a obrigação moral de prestar um atendimento humanizado, provavelmente não ficarão conosco”, enfatizou o secretário.


Dilvan Coelho

Edição Bell Kojima/Repórter Coragem


Leia também:

Cortando na carne

Estacionamento do Pátio Mix


Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email