Política

Temer tem alta, mas ficará de repouso por mais dois dias

30/10/2017 - às 15:10h
Por Bell Kojima

Depois de passar por uma ressecção da próstata, cirurgia urológica para desobstrução do canal uretral, na noite da última sexta-feira (27), no Hospital Sírio-Libanês, o presidente Michel Temer recebeu alta, nesta segunda-feira (30), por volta do meio-dia.

De acordo com O Globo, ele ficou, durante a noite da sexta, em uma unidade de terapia semi-intensiva, e no sábado (28) seguiu para o quarto.

Apesar de deixar a unidade de saúde, o presidente precisa repousar por mais dois dias, segundo recomendação médica. Ele seguirá para a sua residência, na Zona Oeste de São Paulo.

   “Por aqui foi tudo bem. Agora, vou trabalhar em casa“, disse Temer ao deixar o hospital.

   “Hoje e amanhã em casa“, acrescentou.

O presidente falou com a imprensa acompanhado do cirurgião Miguel Srougi e do cardiologista Roberto Kalil Filho, que cuidaram dele no período em que permaneceu internado.

   A assessoria da Presidência emitiu nota, quando da realização da cirurgia, e destacou que “a intervenção transcorreu sem intercorrências”.

Temer foi internado em São Paulo com quadro de retenção urinária por hiperplasia benigna da próstata.

O problema foi descoberto na quarta-feira (25), dia da votação da segunda denúncia contra ele na Câmara dos Deputados, quando o presidente foi internado no Hospital do Exército após sentir-se mal e foi constatada a obstrução urológica.

Ainda em Brasília, o presidente foi submetido a uma sondagem vesical, que consiste na introdução de um cateter através da uretra até a bexiga, com o objetivo de drenar a urina. O presidente passou a tarde de quarta-feira no hospital e, quando deixou o local, no início da noite, acenou para a imprensa e disse:

   “Estou bem”.

Ainda na última semana, a agenda do presidente Temer previa retorno a Brasília (DF) já nesta segunda, quando estava agendado um encontro com o presidente da Bolívia, Evo Morales, no Palácio do Planalto, no fim da manhã.

Na ocasião, assinariam atos e, no início da tarde, Temer ofereceria um almoço ao chefe de Estado, no Palácio do Itamaraty. Ainda não há informações sofre a confirmação da reunião.


Edição Bell Kojima


 

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email