Colunistas

Vendedores ambulantes

19/06/2017 - às 10:06h
Por Bell Kojima

 

A volta de Joesley Batista

 

O dono da JBS, Joesley Batista, voltou dos Estados Unidos, “botou a boca no trombone” e denunciou todo mundo que recebeu propina através dele. E o que é mais grave, acusou o presidente Michel Temer de chefiar a quadrilha mais perigosa do Brasil.

Joesley afirmou que os dois principais interlocutores eram Eduardo Cunha e Geddel Vieira Lima que não tinham cerimônia para pedir dinheiro, Cunha pedia propina em nome do presidente Temer.

As denúncias de Joesley, mais uma vez, abalaram os pilares do Governo Temer, que perdeu completamente a condição de governabilidade, e dificilmente se manterá no poder.

 

Denuncismo oportunista

 

O prefeito Timóteo Brito tem feito um esforço enorme para retirar a saúde da UTI, como ele tem afirmado reiteradas vezes, já conseguiu melhorar 30%, mas ainda vai avançar muito mais e chegar a uma saúde que vai ser referência na Bahia.

Mesmo assim, um vereador entrou com denúncia no Ministério Público contra a gestão de Timóteo, passando por cima da comissão de saúde da Câmara de Vereadores que tem a incumbência de fiscalizar a saúde.

Diante das denúncias oferecidas, foi constatado por um dos procuradores do município, de que não passa de denuncismo oportunista do vereador, buscando fazer palanque político.

 

Vendedores ambulantes

 

Sob a justificativa de uma Audiência Pública sobre Mobilidade Urbana, a Associação dos Vendedores Ambulantes, juntamente com diversos profissionais da área, se reuniram na noite de quarta-feira (14) na Câmara Municipal de Teixeira de Freitas para debater questões ligadas ao translado dos ambulantes das calçadas para o Shopping Popular que será construído no entorno do Centro de Abastecimento de Teixeira de Freitas.

   Segundo o secretário Flavio Guimarães, o objetivo da reunião não foi expulsar os vendedores das ruas, mas sim encontrar uma solução para beneficiar a classe e ao mesmo tempo remove-los para um local mais digno.

 

Mutirão das cirurgias

 

As cirurgias que foram agendadas em Teixeira de Freitas através das carretas móveis programando as cirurgias de hérnia, apêndice e útero, deram inicio nesta última semana e estão sendo feitas em média 20 cirurgias por dia no centro cirúrgico do Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, que hoje conta com 5 salas funcionando.

Estão programadas mais de 600 cirurgias em pacientes de Teixeira e de cidades vizinhas.

A equipe de médicos que está fazendo as cirurgias veio de Salvador e está contando com o suporte de enfermeiras e pessoal de apoio de Teixeira e do Prado, aonde foram feitas 200 cirurgias antes de virem para Teixeira. Para atender esses pacientes foram disponibilizados 20 novos leitos em enfermarias novas e climatizadas.

 

Situação das prefeituras

 

As prefeituras de modo geral estão atravessando grave crise financeira, devido a queda da receita e aumento das despesas, principalmente com a folha de pagamento, que na maioria das vezes estão com os índices estourados.

Não é diferente o caso de Teixeira, tudo indica que não vai poder pagar a parcela do 13º salário, que há cerca de 14 anos tem sido pago em 20 de junho. É aguardado um pronunciamento oficial do prefeito, se realmente vai pagar ou não, e dizer para os funcionários a causa do não pagamento.

Sem dúvida que vai desgastar o governo, mas se existe uma razão maior, deve ser dada uma justificativa aos funcionários.


Dilvan Coelho

Edição Bell Kojima/Repórter Coragem


Leia também:

Compartilhe:

Deixe seu comentário



APOIO:

Agência Publicitária RC Comunicação

073 99985-0223 / 98839-3445
Fale com a gente
Receba notícias por email