Colunistas

Esquema de corrupção e propina denunciado na operação “Lava Jato”, sempre funcionou em Teixeira de Freitas

21/09/2016 - 17h42

Pensando com Coragem novo texto

Olá, amigo! Em fim estou de volta, tenho andado muito ocupado e também um pouco preocupado com as perseguições petistas da administração municipal de Teixeira de Freitas. Mas nada que me tire a força e a coragem de combater o PT e a corrupção.

Até como dever de oficio, eu teria que escrever sobre a “Propinocracia”: governo feito de propina. Termo definido pelo procurador da “Lava Jato”, Deltan Dallagnol, para classificar o esquema de corrupção montado por Lula e o PT, desde que assumiu o governo no Brasil.

Mas o que quero revelar é que este esquema de propina e corrupção sempre funcionou em Teixeira de Freitas, sendo inclusive o carro chefe do governo municipal.

Lembro-me da eleição para presidente da APES (Associação dos Prefeitos do Extremo Sul), quando o jornalista, in-memoriam, Jeolino Lopes Xavier; o “Gel Lopes”, me revelou que o PT ia instalar em Teixeira de Freitas um governo com farta distribuição de propina a imprensa, como forma de calar todos os veículos. Quando questionei porque, Gel Lopes me disse que a intenção deles eram roubar e ninguém denunciar.

Gel Lopes ainda revelou-me que o primeiro que o PT tentaria cooptar seria eu, pois sempre fui considerado um louco pelo ninho petista e teria coragem pra denunciar tudo.

Se o que Gel Lopes me revelou ainda no início do governo petista.

Não para que eu denunciasse, mas para me convencer a entrar no esquema”, não fosse verdade, talvez o contrato do software, o qual motivou a indisponibilidade dos bens do gestor não teria sido feito. O contrato do software, que foi feito a preço de ouro,  foi pago quase 2 milhões, por um programa que valia 600 reais.

Só neste contrato, o qual beneficiou uma empresa ligada a José Dirceu, com quem o gestor foi se encontrar tão logo ganhou as eleições 2012, ficou evidente o esquema de corrupção que seria montado em Teixeira de Freitas.

O Gel Lopes me falou que eu seria um dos primeiros a ser chamado, quando ele me falou já havia sido concretizado.

Pois realmente fui chamado à prefeitura logo no início da gestão.

Fizeram-me um monte de perguntas, mas não me revelaram o que realmente queriam.

Quando Gel Lopes me revelou qual era a verdadeira intenção, ao invés de me convencer a participar da administração, me fez recuar.

Foi justamente naquele momento que temi por minha vida. Não sabia eu que Gel Lopes seria a primeira vítima de um esquema que ele já o conhecia como ninguém.

A verdade sobre o que Gel Lopes disse ficou evidente quando ocorreu a sua morte em 27 de fevereiro de 2014. Naquele fatídico dia até minha alma gemeu e os anjos se levantaram para receber meu espírito.

Cerca de 60 dias depois da morte de Gel Lopes eu tive a certeza da audácia do PT em tentar me corromper. Numa mesma semana recebi duas propostas, indecorosas. Sendo uma dentro do meu escritório e outra na praça de alimentação do Teixeira Mall Center.

Na primeira a proposta foi mais direta, 5 mil reais por mês, apenas por meu silencio. Eu não precisaria colocar uma vírgula protegendo o governo petista no Repórter Coragem, apenas não questionar a administração, ainda me foi oferecido um adiantamento de 6 meses do contrato.

Apesar de vantajoso, o contrato não me seduziu. Pois mesmo precisando do dinheiro, na época, eu estava juntando tudo que é dinheiro para dar entrada no carro que eu pretendia comprar para nossa empresa.

Confesso a você que nunca senti tanto medo de morrer, como senti nos dias que sucederam a essa proposta. Eu andava na rua como se a qualquer momento pudesse ser morto.

Tive medo até da sombra da minha moto, medo de ficar em casa, medo de sair pra rua.

Quando conseguir dizer que não aceitaria a proposta, foi como um balsamo na minha alma. Confesso que só conseguir fazer isso depois que conversei com uma amiga, que como uma conselheira, convenceu-me que eu teria que recusar. Imagine 30 mil reais na mão de quem, às vezes, faltava dinheiro para almoçar? Aquilo era uma tentação.

Mas no dia que eu conseguir dizer não ao emissário, minha alma descansou.

A segunda proposta foi mais uma sondagem do que uma proposta, mas existiu.

Desde que recusei as propostas, tudo que era publicado no Repórter Coragem virava motivo de processo. O gestor chegou a me processar por um vídeo que Dilvan Coelho postou no nosso grupo de Whatsapp. Como se eu pudesse vetar o que Dilvan ia postar, tudo como forma de me intimidar.

Comigo não funcionou, mas diversos colegas da imprensa se renderam a propina petista deles que até viraram as costas pra mim, em razão da minha recusa.

Apelidaram-me de maluco, maníaco, me deram uma moção de repúdio, mas nada me fez render a propina do PT.

Eu poderia aqui nomear as pessoas que se renderam ao governo petista: não por acreditar no projeto, mas pela propina que eles ofereceram. Não vou fazer isso, pois não gostaria de expor ninguém, nem conseguiria colocar todos, pois tornaria a coluna cansativa e você não conseguiria ler. Mas basta você mesmo fazer uma análise que verá pessoas que já foram expulsas pelo PT, hoje defendendo a administração. Outros que faziam tantas críticas ao PT, hoje se curvaram à administração municipal.

A propina foi tão grande, no governo municipal, que talvez se não fosse o que foi gasto em propina, Teixeira de Freitas já estaria toda asfaltada, iluminada, com quadras de esportes em todos os bairros, postos de saúde todos funcionando, o lixo sendo recolhido todos os dias, não haveria necessidade de atrasar pagamento de ninguém.

Eu não tenho duvida alguma do esquema de corrupção que sempre funcionou na administração atual.

Muita gente que foi para administração, não foi por méritos, foi pelas criticas que faziam à administração.

As pessoas eram chamadas a participar do governo apenas para não continuar questionando o que estava acontecendo com os recursos do município.

Se duvidas do que eu falo, procure onde está quem denunciou o contrato absurdo do lixo, do software, dos carros de luxo, e até outros esquemas monstruosos que surgiram no inicio da atual gestão.

A gestão municipal de Teixeira de Freitas, de todas as administrações petistas, foi a que mais se assemelhou com o esquema petista de corrupção que foi montado no Brasil.

Jotta Mendes é radialista e repórter



Deixe seu comentário
Tentativa de homicídio Homem é esfaqueado em bar no Bairro Ulisses Guimarães e socorrido ao HMTF
22 de setembro de 2019 - 22:00h
Homicídio Homem é barbaramente assassinado no interior de Mucuri
22 de setembro de 2019 - 19:27h
Latrocínio Padre morre estrangulado em igreja
22 de setembro de 2019 - 15:53h
Exploração de petróleo MPF move ação contra leilão de blocos marítimos próximos a Abrolhos previsto par
22 de setembro de 2019 - 15:32h
Tentativa de homicídio Confusão termina com dois moradores esfaqueados no interior do Prado
22 de setembro de 2019 - 15:14h
Luto Luto- Morre de AVC o ex GM Ailton Souza
22 de setembro de 2019 - 15:07h